Para garantir a diversão e a segurança do público é necessário que os Parques estejam muito atentos à instalação e manutenção dos brinquedos.

Lazer e diversão são duas coisas que toda pessoa procura quando decide ir a um parque de diversões. Existem brinquedos para todos os gostos, desde os mais “calminhos” e destinados a crianças menores e aos adultos menos corajosos, até aqueles que são pura adrenalina.

Porém, outro quesito deve ser levado em conta além da diversão: a segurança que o brinquedo nos proporciona. Na maioria das vezes ninguém pensa nisso, já que essa questão deve ser de total responsabilidade do parque.

Infelizmente, já aconteceram diversos acidentes causados por falhas mecânica e humana, como o que aconteceu na ultima quarta-feira, no Parque Mutirama, região central de Goiânia, e a partir daí é que a atenção se volta para o assunto, ganhando a importância que deveria ser constante.

É para garantir requisitos mínimos de qualidade, confiabilidade e segurança à sociedade, que a ABNT trabalha arduamente em seus Comitês Brasileiros, para elaborar normas que contenham todas as diretrizes que evitam que algo trágico ocorra.

São diversas as normas que tratam de assuntos relacionados aos Parques de Diversão, inclusive a Comissão de Estudo Especial de Parques de Diversão (ABNT/CEE-117) foi reativada há pouco tempo. Ela tem como escopo a Normalização no campo de parques de diversão compreendendo projeto, instalação, fabricação, montagem, operação e manutenção no que concerne a terminologia, requisitos e ensaios.

A participação nos Comitês Brasileiros e Comissões de Estudo da ABNT é voluntária e aberta a qualquer interessado, por isso sempre convidamos a sociedade a participar.

Confira as normas referentes ao assunto:

  • ABNT NBR 15926-1:2011 - Equipamentos de parques de diversão - Parte 1: Terminologia.     
  • ABNT NBR 15926-2:2011 Versão Corrigida:2011 - Equipamentos de parques de diversão - Parte 2: Requisitos de segurança do projeto e de instalação.                       
  • ABNT NBR 15926-3:2011 - Equipamentos de parques de diversão - Parte 3: Inspeção e manutenção.  
  • ABNT NBR 15926-4:2011 - Equipamentos de parques de diversão - Parte 4: Operação.                                
  • ABNT NBR 15926-5:2011 - Equipamentos de parques de diversão - Parte 5: Parques aquáticos.

Se todas as normas técnicas forem seguidas corretamente, não veremos mais notícias de acidentes como essa.

Sobre a ABNT

A ABNT é o Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo Governo Federal por meio de diversos instrumentos legais. É responsável pela gestão do processo de elaboração das Normas Brasileiras (NBR), destinadas aos mais diversos setores. A ABNT participa da normalização regional na Associação Mercosul de Normalização (AMN) e na Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas (Copant) e da normalização internacional na International Organization for Standardization (ISO) e na International Electrotechnical Commission (IEC), influenciando o conteúdo de normas e procurando garantir condições de competitividade aos produtos e serviços brasileiros, além de exercer seu papel social. Além disso, a ABNT também é um Organismo de Avaliação da Conformidade acreditado pelo Inmetro para a certificação de diversos produtos, sistemas e programas ambientais, como o rótulo ecológico e a verificação de inventários de gases de efeito estufa.


Assessoria de Imprensa


Monalisa Zia

11 3017.3660

imprensa@abnt.org.br