Duas normas técnicas serão revisadas pela Comissão de Estudos Especial de Esquadrias (ABNT/CEE-191), com participação da Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos (Abravidro): a ABNT NBR 15737 — Perfis de alumínio e suas ligas com acabamento superficial – Colagem de vidros com selante estrutural e a ABNT NBR 15919 — Perfis de alumínio e suas ligas com acabamento superficial – Colagem de vidros com fita dupla face estrutural de espuma acrílica para construção civil.

Os dois textos estão sendo trabalhados simultaneamente. O objetivo, além de atualizar os conteúdos é trazer uniformidade em relação aos ensaios e requisitos para ambas as formas de colagem.

Mudanças à vista

Muitas alterações serão realizadas nessas normas, incluindo os nomes delas, os quais devem ser escolhidos ao final do processo de revisão. “Uma das principais novidades está na ampliação de seu escopo: elas não apenas tratarão da colagem de vidros, mas também da colagem de outros elementos de fechamento utilizados em fachadas, como painéis metálicos e revestimentos cerâmicos, entre outros”, ressaltou a analista de Normalização da Abravidro, Clélia Bassetto.

O texto ficará mais completo, pois vai passar a incluir detalhes do processo de colagem e também dos ensaios, como, por exemplo, o de compatibilidade do selante com o perfil e o substrato — o objetivo é enfatizar a importância dos processos para a segurança da aplicação. “Outro ponto discutido atualmente é o requisito para painéis pintados ou anodizados, a fim de garantir a adesão tanto do silicone como da fita dupla face aos perfis”, comenta Clélia.

Também foi ampliada a abordagem da limpeza dos perfis e demais cuidados para a selagem ser feita corretamente. Serão incluídos requisitos específicos para vidros de controle solar e insulados, principalmente em relação ao cálculo do “bite” do selante secundário em aplicações de sistemas pele de vidro.

ABNT/CEE-191

A Comissão de Estudo Especial deEsquadrias (ABNT/CEE-191) é responsável pela Normalização no campo de esquadrias compreendendo janelas, portas fachadas-cortinas e guarda-copos, no que concerne a terminologia, requisitos, métodos de ensaios e procedimentos.

A participação nas Comissões de Estudo da ABNT é voluntária e aberta a qualquer interessado. Para participar da ABNT/CEE-191 entre em contato com o analista responsável, Alvaro Almeida (alvaro.almeida@abnt.org.br).

Sobre a ABNT

A ABNT é o único Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo Governo Federal por meio de diversos instrumentos legais. É responsável pela elaboração das Normas Brasileiras (NBR), destinadas aos mais diversos setores. A ABNT participa da normalização regional na Associação Mercosul de Normalização (AMN) e na Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas (Copant) e da normalização internacional na International Organization for Standardization (ISO) e na International Electrotechnical Commission (IEC).

Desde 1950, a ABNT atua também na área de certificação, atendendo grandes e pequenas empresas, nacionais e estrangeiras. A ABNT possui atualmente mais de 400 programas de certificação, destinados a produtos, sistemas e verificação de gases de efeito estufa, entre outros. A sociedade identifica na Marca de Conformidade ABNT a garantia de que está adquirindo produtos e serviços em conformidade, atendendo aos mais rigorosos critérios de qualidade. A ABNT Certificadora tem atuação marcante nas Américas, Europa e Ásia, realizando auditorias em mais de 30 países.

Assessoria de Imprensa

Monalisa Zia
imprensa@abnt.org.br
11 3017.3660