Reuniões entre diversos países envolvem debates sobre padrões de imagens e vídeos MPEG e JPEG

O Brasil foi oficializado como membro participante ativo no comitê internacional ISO / IEC JTC 1 / SC29 - Coding of audio, picture, multimedia and hypermedia information, que trata de padrões de compressão de imagens e vídeos, conhecidos como MPEG e JPEG. Após empenho da Samsung, o país passou a ser o primeiro da América Latina a ser aceito para participar desse comitê e constituir uma delegação de especialistas brasileiros. No Brasil, o órgão responsável por representar e nomear a delegação é a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que constituiu uma comissão de estudos nacional com representantes de diversas instituições tanto da indústria quanto das universidades, a Comissão de Estudo de Codificação de Áudio, Imagem, Multimídia e Hipermídia (CE-021:000.029).

A Samsung teve papel fundamental nessa conquista, argumentando com o órgão sobre a necessidade e os benefícios da criação da delegação brasileira. Além disso, a pesquisadora e Ph.D Vanessa Testoni, do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Samsung, foi eleita pela comissão como líder da delegação brasileira para representar internacionalmente os interesses do país nas reuniões e votações de padronização. A pesquisadora atua na área de Multimídia da unidade da Samsung em Campinas, no interior de São Paulo, voltada à pesquisa e ao desenvolvimento em tecnologia.

Com isso, o Brasil país com alto e crescente consumo de vídeo em streaming tanto por redes móveis em smartphones quanto por redes fixas passa a ter representatividade, voz e influência nas decisões mundiais sobre os padrões em imagens e vídeos que são amplamente utilizados.

Entre as argumentações utilizadas para aceitação do Brasil como membro do comitê internacional foram citados, além do alto consumo de vídeo pela população a existência de profissionais e pesquisadores capacitados no país com projetos nessas áreas e a necessidade das indústrias e empresas locais de telecomunicações dessa representatividade e, consequentemente, de mais poder de decisão na área.

A primeira reunião com a participação oficial da delegação brasileira acontecerá em março. O time de pesquisa da Samsung no Brasil já fez contribuições para o MPEG e JPEG durante o ano passado junto com a delegação coreana e, inclusive, teve a primeira contribuição submetida e aceita da América Latina para um padrão MPEG.

“Já temos novas contribuições em estágio avançado e tudo indica que conseguiremos continuar introduzindo tecnologia brasileira em padrões internacionais em 2019 e nos próximos anos também. Muitas dessas contribuições são encabeçadas pela Samsung em parceria com diversas universidades”, afirma Vanessa Testoni. “Ao submeterem tecnologias para atividades de padronização internacional, os especialistas brasileiros também evoluem conhecimentos de geração de patentes internacionais e avançam na questão de proteção de propriedade intelectual gerada no país”, conclui a pesquisadora.

A Comissão é aberta para participação de todos os especialistas nacionais na área de compressão de dados e abre caminho para que o trabalho dos brasileiros na área ganhe exposição e aplicação internacional. No momento, além de universidades e da Samsung, outras empresas também já integram a comissão de estudos nacional, especialmente as que estiveram anteriormente envolvidas na criação do padrão de TV digital brasileiro por meio de um fórum. A expectativa é que nos próximos anos essa participação também se estenda para a delegação internacional.

Sobre a Samsung Electronics Co., Ltd.


Samsung inspira o mundo e cria o futuro com ideias e tecnologias inovadoras. A companhia está redefinindo o mundo de TVs, smartphones, wearables, tablets, eletrodomésticos, sistemas de conexão e memória, sistema LSI, fundição de semicondutores e soluções LED. Para saber mais sobre as últimas notícias, por favor, visite a Sala de Imprensa da Samsung em http://news.samsung.com/br

Sobre a ABNT   


A ABNT é o único Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo Governo Federal por meio de diversos instrumentos legais. É responsável pela elaboração das Normas Brasileiras (NBR), destinadas aos mais diversos setores. A ABNT participa da normalização regional na Associação Mercosul de Normalização (AMN) e na Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas (Copant) e da normalização internacional naInternational Organization for Standardization (ISO) e na International Electrotechnical Commission(IEC).

Desde 1950, a ABNT atua também na área de certificação, atendendo grandes e pequenas empresas, nacionais e estrangeiras. A ABNT possui atualmente mais de 400 programas de certificação, destinados a produtos, sistemas e verificação de gases de efeito estufa, entre outros. A sociedade identifica na Marca de Conformidade ABNT a garantia de que está adquirindo produtos e serviços em conformidade, atendendo aos mais rigorosos critérios de qualidade. A ABNT Certificadora tem atuação marcante nas Américas, Europa e Ásia, realizando auditorias em mais de 30 países.

Assessoria de Imprensa

Monalisa Zia

imprensa@abnt.org.br
11 3017.3660