Demanda foi apresentada à ABNT pela Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci).

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) acaba de instalar a Comissão de Estudos de Pellets (ABNT/CEE-242). A demanda foi apresentada pela Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), gestora do Comitê Brasileiro de Madeira (ABNT/CB-31). O objetivo é desenvolver uma norma técnica para pellets produzidos com resíduos de madeira, entre outras matérias-primas, e a aplicação como biomassa, no que se refere à terminologia, classificação, requisitos, métodos de ensaio e generalidades. As Comissões de Estudo são formadas por membros de diversas classes interessadas no tema, desde representantes de universidades, institutos de pesquisas até produtores e consumidores.

Segundo a Abimci, a criação da Comissão se justifica pelo crescimento do mercado no uso de pellets como uma alternativa sustentável para geração de energia no Brasil. Ainda de acordo com a associação, o mercado está em franca expansão, com aumento da capacidade instalada e de novos investimentos fabris, e, com isso requer padrões de qualidade técnica para atender as diferentes demandas. Recentemente, foi instalado um Comitê de Pellets e Biomassa como parte da estrutura organizacional da Abimci, que irá trabalhar para identificar oportunidades para o segmento no uso comercial, residencial e corporativo dos pellets.

Com a formalização da Comissão de Estudos, em breve será agendada a primeira reunião para o início dos trabalhos. Para mais informações sobre o assunto, contate a Comissão pelo email. cb-031@abnt.org.br.

ABNT/CEE-242

A Comissão de Estudo Especial de Pellets (ABNT/CEE-242) é a responsável pela Normalização no campo de pellets, compreendendo pellets produzidos com resíduos de madeira, bagaço da cana-de-açúcar, casca de amendoim, casca de arroz, casca de café, entre outros e sua aplicação como biomassa, no que concerne a terminologia, classificação, requisitos, métodos de ensaio e generalidades.

Sobre a ABNT

A ABNT é o único Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo Governo Federal por meio de diversos instrumentos legais. É responsável pela elaboração das Normas Brasileiras (NBR), destinadas aos mais diversos setores. A ABNT participa da normalização regional na Associação Mercosul de Normalização (AMN) e na Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas (Copant) e da normalização internacional naInternational Organization for Standardization (ISO) e na International Electrotechnical Commission (IEC).


Desde 1950, a ABNT atua também na área de certificação, atendendo grandes e pequenas empresas, nacionais e estrangeiras. A ABNT possui atualmente mais de 400 programas de certificação, destinados a produtos, sistemas e verificação de gases de efeito estufa, entre outros. A sociedade identifica na Marca de Conformidade ABNT a garantia de que está adquirindo produtos e serviços em conformidade, atendendo aos mais rigorosos critérios de qualidade. A ABNT Certificadora tem atuação marcante nas Américas, Europa e Ásia, realizando auditorias em mais de 30 países.


Assessoria de Imprensa


Monalisa Zia

imprensa@abnt.org.br
11 3017.3660

Air Jordan XI 11 High